Estimulação Psicomotora

Estimular bebês brincando

Orientamos através de consulta domiciliar como estimular seu bebê de forma pedagógica em cada fase de seu desenvolvimento ao longo do primeiro ano de vida.

Os bebês quando nascem têm bilhões de neurônios, mas a princípio as conexões entre eles não são bem desenvolvidas e ele é capaz de realizar apenas as funções biológicas básicas.

A formação dos circuitos neurológicos é induzida pela mielina, uma substância branca e gordurosa que recobre as células nervosas. Sua função é agilizar o tráfego de impulsos nervosos entre as células para ativar as sinapses, as conexões que permitem a comunicação entre os neurônios. Quando isso acontece, os estímulos fazem diferença. Um neurônio pode fazer sinapses com outros dois se a criança não for estimulada. Se for, é capaz de se conectar com outros dez.

Não é preciso fazer malabarismos! O interesse, o afeto, as carícias, os cuidados com o bebê são estímulos naturais sempre renovados pelos avanços da criança, que provocam novas respostas nos adultos.

Cada nova habilidade é o aperfeiçoamento de uma anterior ou a combinação de outras já aprendidas. Suas primeiras experiências de aprendizado são essenciais para criar uma criança capaz de planejar, raciocinar e resolver problemas.

Brinquedo é diferente de brincadeira. A criança precisa de brincadeira. É através da brincadeira que colocamos limites, damos carinho, atenção e amor.

A brincadeira é um importante espaço onde ocorrem trocas de informações e onde é criado um mundo de ilusões e verdades por meio de símbolos, vivenciando momentos de alegria, satisfações e angústias. Nesse momento lúdico a criança aprende a solucionar situações de conflito. Mais tarde, o que parecia uma simples brincadeira será a preparação para um adulto mais organizado, capaz de lidar com o inesperado, tratando as dificuldades com mais habilidade.

Nesse contexto vale a pena citar o PEKiPPrager Eltern- Kind Programm. O Programa Pais-filhos de Praga, é um programa para estimular bebês brincando. As brincadeiras e sugestões do PEKiP apoiam o bebê no desenvolvimento de suas capacidades físicas, mentais e sociais; no entanto não servem para acelerar seu desenvolvimento. O foco é incentivar sua autoconfiança, dando-lhe somente um pequeno impulso, do resto a criança mesma cuidará. Outra premissa desse programa é que devemos encontrar o equilíbrio entre permitir e proibir, porque a criança precisa de ambos.

Através de seu trabalho científico centrado no desenvolvimento da criança no primeiro ano de vida, o dr Jaroslav Kock, na República Checa alicerçou o PEKiP. Anos depois a Alemanha se tornou referência no programa que se espalhou pela Europa e alguns países da Ásia.

O desenvolvimento de um bebê ocorre, na maioria dos casos, em determinada sequência. Isto significa que existe um percurso programado, obedecido por aproximadamente 87% dos bebês. Os outros 13% dos bebês pulam algumas etapas do desenvolvimento ou as alcançam mais tarde que outros bebês.

No momento da brincadeira o bebê deve estar com o mínimo de roupa possível para movimentar-se livremente no chão de forma ativa. Não pode estar com sono nem com fome (observar o ritmo: alimentar-se, fazer atividade, soneca). As brincadeiras podem ser interrompidas para uma pequena pausa no colo, se necessário.

Então, como brincar efetivamente
com um bebê de:

1º mês
MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

  • Levanta a cabeça
  • Reage aos sons, audição bem desenvolvida
  • Olha fixo para rostos
  • Passa boa parte do tempo dormindo (18 a 20 hs/dia)
  • Enxerga objetos muito próximos (15 a 20 cm)

SUGESTÕES
  • Converse com o bebê, faça carinho, elogie-o
  • Coloque objetos pequenos, macios e coloridos na mão da criança ou a uma distância de 20 cm
  • Movimente brinquedos de um lado para o outro, para que o bebê possa acompanhar o movimento
  • Junte as mãos do bebê como se fossem bater palmas
  • Ajude o bebê a se levantar um pouquinho e deite-o novamente, para firmar o tronco e a cabeça
  • Balance levemente um chocalho para o bebê ouvir o som e associar ao movimento
  • Passeie e tome sol com o bebê quando o tempo estiver bom e dentro do horário permitido
  • Carregue o bebê virado para frente, como se estivesse sentado numa cadeirinha
  • Mude sempre o bebê de posição e de lugar
Para avançarmos ao 2º mês, tapetes como esse serão úteis por anos! São macios, emborrachados e de fácil limpeza.

2º mês
MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

  • Mantém a cabeça erguida por períodos curtos
  • Levanta a cabeça num ângulo de 45 graus
  • Vocaliza sons como “agu” e “arru”
  • Segue os objetos com o olhar
  • Movimentos ficam menos bruscos
  • Sorri ao contato social
  • Desenvolve um tipo de choro para cada tipo de problema
SUGESTÕES
  • Manter as orientações do 1º mês
  • Coloque o bebê de bruços, com brinquedos coloridos em ambos os lados, para estimular a lateralidade; se colocar brinquedos na frente do bebê estimule-o a se arrastar para alcançá-los
  • Movimente objetos coloridos para baixo e para cima (para estimular a movimentação ocular do bebê)
  • Brinque de conversar, cantar, balbuciar e emitir sons diversos para ele
  • Coloque chocalhos e argolas na mão do bebê
  • Pendure móbiles no berço

3º mês
MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

  • Segura a cabeça com firmeza
  • Dá gargalhada
  • Dá gritinhos
  • Reconhece o seu rosto e seu cheiro
  • Reconhece a sua voz
  • Vira a cabeça na direção dos sons
  • Leva as mãos à boca e suga os dedos
  • Segura objetos com firmeza por pouco tempo
  • Reage às brincadeiras com movimentos de pernas e braços
SUGESTÕES
  • Brinque de esconde-esconde com o bebê, escondendo preferencialmente o rosto
  • Deixe o bebê de bruços para brincar
  • Coloque brinquedos perto da mão do bebê para que ele tente pegá-los. Procure brincar com ele para que se sinta estimulado a conseguir alcançá-los
  • Brinque com móbiles
  • Olhe nos olhos do bebê, falar com ele, escutar e imitar seus sons, admirar seu sorriso
  • Explore as inúmeras possibilidades de brincadeiras com bolas
  • Simule um balanço na rede

4º mês
MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

  • Responde com sons quando você fala com ela
  • Consegue apoiar o peso nas pernas
  • Junta as mãos e bate nos brinquedos
  • Consegue segurar um brinquedo
  • Estica o braço para pegar objetos
  • Consegue se virar se está deitada
SUGESTÕES
  • Manter as orientações anteriores e avançar um pouco mais
  • Com o bebê de lado, estimule-o a rolar sobre si mesmo
  • Com o bebê de barriga para cima e sobre um colchãozinho, gire o colchão arrastando-o em 360˚
  • Favoreça o “nadar no seco”, quando o bebê estiver de bruços
  • Sente-o no bebê conforto e ofereça brinquedos como chocalho
  • Mostre um brinquedo e depois esconda-o, para observar se o bebê o procura
  • Brinque de esconde-esconde com o bebê, escondendo preferencialmente o rosto

5º mês
MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

  • Consegue distinguir cores primárias
  • Consegue se virar deitado
  • Consegue se distrair com as mãos e os pés
  • Vira na direção de barulhos novos
  • Reconhece o próprio nome
  • Põe objetos na boca
  • Senta com apoio

SUGESTÕES

Mantenha as orientações anteriores e avançar um pouco mais

  • Leia com o bebê e para o bebê
  • Coloque o bebê sentado, cercado de almofadas
  • Segure o bebê pelas axilas e coloque-o em pé por curtos períodos
  • Dê brinquedos para que o bebê possa pegá-los com as mãos
  • Deixe-o brincar com cubos e caixas pequenas
  • Ajude o bebê a rolar
  • Ofereça mordedores
  • Cante e fale com o bebê

6º ao 8º mês

MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

6 MESES

  • Vira na direção de sons e vozes
  • Imita sons, faz bolinhas de saliva
  • Rola nas duas direções quando deitada
  • Senta sem apoio
  • Estica os braços para pegar objetos e os põe na boca
  • Está pronta para alimentos sólidos
7 MESES
  • Senta sem apoio
  • Puxa objetos em sua direção
  • Imita sons da fala
  • Começa a se arrastar ou engatinhar
  • Pode demonstrar medo com pessoas estranhas
8 MESES
  • Diz “papá” e “mamã/á” para os pais, sem especificar
  • Transfere os objetos de uma mão para a outra
  • Engatinha
  • Aponta para objetos
  • Atira objetos no chão
  • Reclama quando é contrariado
SUGESTÕES
  • Leia com o bebê e para o bebê
  • Mostre livros infantis com histórias e figuras de diferentes animais. Emita os sons dos bichinhos, para que ele aprenda. Outra boa opção, são os livros que possuem formatos e texturas diferentes
  • Comece a formar uma pequena biblioteca, em um local seguro e acessível, para que a própria criança possa alcançá-los quando quiser
  • Coloque o bebê sentado com apoio
  • Estimule o bebê a passar o brinquedo de uma mão para a outra
  • Brinque de esconde-esconde, escondendo objetos e falando “achou!" quando o bebê encontrar
  • Brinque com instrumentos musicais, permita que o bebê emita sons diferentes
  • Brinque com os bichinhos macios, crie uma historinha. Tenha certeza de que os bichinhos não soltam peças miúdas, como nariz, boca e olhos
  • Movimente fantoches, contando historinhas e cantando uma canção
  • Brinque com o bebê na frente do espelho
  • Segure o bebê pelas axilas e brincar de pula-pula
  • Estimule o bebê a rolar, subir e descer pequenas rampas
  • Dê objetos seguros para o bebê tocar e sentir texturas, formatos, tamanhos e cores diferentes
  • Brinque com brinquedos de apertar, que tocam músicas e fazem barulhos. Eles gostam de criar novos sons
  • Leve o bebê ao parque, mostre a natureza e os animais. Deixe-o brincar com outras crianças

9º ao 11º mês

MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

9 MESES

  • Fica de pé segurando em alguma coisa
  • Combina sílabas em sons que parecem palavras
  • Usa o movimento de pinça para pegar objetos pequenos
  • Bate objetos um contra o outro
  • Reconhece sua imagem no espelho e reage com euforia

10 MESES

  • Dá tchau com a mão
  • Pega objetos com o movimento de pinça
  • Anda segurando nos móveis
  • Responde ao nome e entende o “não”
  • Mostra o que quer com gestos

11 MESES

  • Diz “papá” e “mamã/á” para a pessoa certa (pai e mãe)
  • Participa de brincadeiras com gestos
  • Fica de pé sozinha por alguns segundos
  • Imita as ações dos outros
  • Coloca objetos dentro de um recipiente
  • Entende instruções simples
SUGESTÕES
  • Leia com o bebê e para o bebê; estimule-o a gostar de histórias, mostre livros com figuras e cores diferentes. Deixe os livros em lugar acessível para que ele mesmo possa pegá-los
  • Ensine-o a fazer movimentos de “tchau”, “sim”, “não” e “vem”
  • Peça ao bebê que identifique o papai, a mamãe, a vovó, o cachorro
  • Cante e toque CD de músicas infantis. Perceba as músicas preferidas e ensine-o a dançar e bater palma
  • Brinque com brinquedos de apertar, que tocam músicas e fazem barulho
  • Deixe uma gaveta da casa, que possua somente objetos seguros e interessantes para que o bebê possa mexer à vontade
  • Monte torres de blocos, copos de plásticos, livros finos e outros objetos seguros. Os bebês gostam de derrubar a torre
  • Os bebês gostam do brinquedo túnel, principalmente estiver engatinhando
  • Leve o bebê ao parque, mostre a natureza e os animais. Deixe-o brincar com outras crianças
  • Crie brincadeiras de encaixe, colocando um objeto dentro do outro. Existem brinquedos de encaixe específicos com várias formas e tamanhos (LEGO, quebra-cabeças, copos)
  • Ajude o bebê a tampar potinhos
  • Esconda um brinquedo debaixo da almofada e incentivar o bebê a procurá-lo
  • Brinque com o bebê na frente do espelho
  • Segure o bebê pelas axilas e brincar de pula-pula
  • Comece a estimulá-lo a bater palmas
  • Brinque com bonecos - surpresa, que saltam e pulam quando o bebê aperta o botão; deixe o bebê interagir com o boneco
  • Deixe o bebê brincar de entrar e sair em uma caixa de papelão
  • Brinque de jogar brinquedos dentro de uma caixa e depois retirá-los
  • Incentive o bebê a se arrastar, colocando um brinquedo à sua frente
  • Levante o bumbum do bebê para ajudá-lo a engatinhar
  • Dê revistas velhas ao bebê: ele apreciará o som e o efeito de amassar e rasgar
  • Estimule o bebê a guardar os brinquedos

12º mês
MARCOS DO DESENVOLVIMENTO

  • Imita as ações dos outros
  • Diz sons parecidos com palavras
  • Mostra com gestos o que quer
  • Diz uma palavra além de mamã/á e papá
  • Dá alguns passinhos
  • Entende e cumpre instruções simples
  • Bebe líquidos no copinho
SUGESTÕES
  • Facilite o andar, segurando o bebê pelas mãos
  • Para os bebês que já andam, use brinquedos de puxar para estimular o andar
  • Leia com o bebê e para o bebê; estimule-o a gostar de histórias, mostre livros com figuras e cores diferentes. Deixe os livros em lugar acessível para que ele mesmo possa pegá-los
  • A TV pode ser usada com critério
  • Existem brinquedos que encaixam as figuras, como quebra-cabeça e LEGO. Ensine sobre as figuras e cores
  • Monte torres maiores de blocos, copos de plásticos, livros finos e outros objetos seguros. Os bebês gostam de derrubar a torre
  • Brinque com brinquedos de apertar, que o boneco pula, toca música e faz barulho
  • Use brinquedos de borracha no banho
  • Brinque de empurrar os objetos e bonecos dentro dos carrinhos
  • Leve o bebê ao parque, mostre a natureza e os animais. Deixe-o brincar com outras crianças
  • Brinque com papel e giz de cera. O bebê fica feliz quando vê que produz a sua marca
  • Pegue massinhas de modelar e mostre para o bebê como enrolar, amassar e modelar. Faça formatos diferentes
  • Brinque na areia com baldinhos, pás e forminhas. Permita que ele brinque com outras crianças
  • Ensine o bebê a chutar a bola. Jogue ao ar livre e use bolas leves
  • Os bebês passam a vivenciar as brincadeiras com bonecos, conversando com os mesmos. Permita que o bebê crie
  • Deixe que ande descalço na areia ou grama
  • Peça ao bebê que busque certos objetos para você
  • Incentive a criança a se despir sozinha e tirar seu próprio sapato
  • Brinque de bater palmas e pés, peça para a criança te imitar
  • Faça sons de animais para a criança imitar
  • Pergunte: qual é seu nome? Quantos anos você tem?
  • Mostre álbum de fotografias e nomeie as pessoas
  • Diga sempre ao bebê o que está fazendo
  • Estimule o bebê a guardar os brinquedos

FALANDO SOBRE BOLA
Bola é um brinquedo que deve ser usado na infância de toda criança.

As primeiras bolas devem ser de plástico, leves e com aproximadamente 30 cm de diâmetro.

Exercícios sugeridos com a bola:

  • Deite o bebê de bruços, de maneira que seu tórax fique sobre a bola; deixe que os pezinhos do bebê toquem o chão. Agora, segurando o bebê pelo tórax, movimente-o de frente para trás rolando sobre a bola. Assim ele pode ver as coisas por outro ângulo e irá aprender a dar impulsos com os pés
  • Pendure a bola por um barbante de 15 cm de comprimento e deixe que o bebê empurre-a com os pés depois chutará a bola com mais força
  • Ambos sentados, um em frente ao outro, com as pernas afastadas, brinque de empurrar a bola na direção da criança
  • Pulando sentado: sente o bebê sobre a bola segurando-o pelo tórax e faça movimentos de pequenos pulinhos
  • Quando a criança já tiver domínio do andar, ensine-a a jogar bola com os pés e com as mãos

RECOMENDAÇÕES ESPECIAIS

Não dê as costas para a criança durante as brincadeiras e passeios!

Esteja sempre por perto, principalmente quando a criança for brincar com tinta, giz de cera, massinha de modelar, água e areia. Não permita que coloque os produtos na boca.

Cuidado com objetos que possuem: cordas, cordões, pontas, produtos químicos e peças pequenas (fáceis de engolir).

Observe se a embalagem do produto contém estas duas informações:

(1°) Se o brinquedo possui o selo Inmetro. Ofereça os brinquedos que cumpram os padrões de segurança.
(2°) A faixa etária indicada para o brinquedo.