Bico intermediário de silicone

Eu não ia tocar nesse assunto. Muita polêmica, muitas controvérsias e, para ser sincera, não gosto de usá-lo.

Mas não estaria sendo honesta com vocês que precisam de uma orientação!
Então vamos lá!

Os bicos de silicone estão no mercado abundantemente, prometendo resultados mirabolantes que seduzem a qualquer mãe com dificuldade de amamentar. Inclusive muitas mães são orientadas a usá-los na própria maternidade!

Os bicos de silicone na maioria das vezes dão uma falsa impressão de que o bebê está sugando, quando na realidade está chupando; se ele entra e sai da boca do bebê então, muito pior! A boca do bebê não ordenha a mama por não estar posicionada sobre a aréola. A entrada de ar é maior, o bebê faz pelo menos 20% mais de esforço e recebe 20% menos de leite. Ao impedir que o bebê esgote as mamas predispõe a diversas situações de perigo: o ingurgitamento mamário, bloqueio de ducto, mastite... O bebê pode não ganhar peso e não ter prazer na amamentação. Ainda, o bebê faz “confusão” de bico e se recusa a mamar diretamente na mama.

Sem falar na higienização desse intermediário a cada mamada, como acondicioná-lo, onde apoiá-lo... Um descuido e pode haver contaminação do bico, mama e boca do bebê.

Quando vou orientar sobre amamentação e a mãe já está usando o intermediário por dificuldade de pega, mamilo plano/curto/invertido ou traumas mamilares, minha conduta é:

  • Para não assustar, não ser radical nem traumática, corrijo a pega: boca grande, em cima da aréola.
  • Mantenha o bebê acordado para retirar o máximo possível de leite.
  • Cheque se há presença de leite no bico e não de saliva.
  • Depois de 5 minutos que está mamando, retiro rapidamente o intermediário e ponho o bebê direto no peito. Às vezes é necessário voltar ao silicone, as vezes não; até que ele já comece as futuras mamadas sem o bico e o deixe de vez, o mais rápido possível. E atenção: é necessária uma atitude firme e incentivadora nesse momento!
  • Sempre examino as mamas depois de uma mamada com intermediário de silicone para checar seu grau de esvaziamento.
  • Durante o processo de retirada do bico intermediário é preciso acompanhar o sono, a duração dos intervalos entre as mamadas e o peso do bebê, para saber se realmente está mamando.
  • Lavar o intermediário de silicone com detergente neutro, enxaguar em água abundante e mergulhá-lo várias vezes em água fervendo. Guardar em local seco e protegido.

Com jeito vamos ficando livre desse objeto e proporcionamos à mãe e ao bebê uma experiência prazerosa!!!